INCLUSÃO SOCIAL - OBESIDADE

segunda-feira, 9 de março de 2009


Muito se fala em inclusão social, mas há um tipo de preconceito que não é lembrado e tem afastado pessoas capacitadas das melhores posições em diversas empresas, e impedido bons alunos de ingressar nas melhores universidades; Chama-se "obesidade".
Ao contrário de outras formas de discriminação, que gozam até mesmo de legislação que pune com prisão seus infratores, essa forma de preconceito não é combatida pela sociedade. Aliás, esse é um tipo de preconceito que, inversamente ao que acontece com a discriminação racial, social ou étnica, não gera nenhum tipo de constrangimento ao ser assumido publicamente.
Vivemos em um mundo onde beleza é sinonimo de magreza, as pesoas gordas são discriminadas e vistas com maus olhos, como se fossem desleixados, nogentos,ridiculo e ect... são vítimas de preconceito,tem maior dificuldade em conseguir empregos sendo geralmente eliminados, no processo seletivo durante as entrevistas.
A sociedade desenvolveu uma espécie de lipofobia (medo da gordura), e com isso vem o preconceito contra obesos que engloba todas as atividades sociais, formando a idéia de que o obeso é preguiso, moralmente fraco, descuidado,indisciplinado, e que alguém com sobre peso jamais será visto como uma pessoa elegante, bem sucedida profissionalmente ou realizada no amor.Isso não é verdade!

As pessoas acima do peso chamam atenção quando chegam a restaurantes ou qualquer outro setor público, mas tais olhares na maioria das vezes são de discriminação. Para pessoas obesas não existe assentos especiais em transportes coletivos em geral, casas de shows, teatros, cinemas, unidades esportivas e recepção de estabelecimentos públicos e privados.
A moda, a mídia e tudo o mais é, na atualidade voltada ao corpo escultural. Com isso, o gordinho acaba sendo visto como uma pessoa que não gosta de fazer exercício, e está acima do peso porque quer, gerando um certo preconceito.


Muitas vezes os problemas começam na escola, nas brincadeiras exigindo agilidade onde os gordinhos têm naturalmente mais dificuldades. Não obstante a isso, os apelidos de mau gosto costumam ser as primeiras barreiras a serem enfrentadas. No Brasil, o número de crianças obesas triplicou nas últimas décadas. É o que revela uma pesquisa elaborada pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. O mesmo estudo confirmou que atualmente cerca de 20% das crianças brasileiras já estão com excesso de peso.
Em outras palavras, o preconceito e a exclusão começam desde a infância,o corpo gordo é um sinal visível de violação das normas estabelecidas por nossa sociedade atual,Nesse mundo em que ser magro é a meta almejada por tantos, ser gordo é ser, com as devidas proporções, uma pessoa que não se enquadra. Mesmo diante dos exageros que essa cultura da magreza tem gerado - a sucessão de casos de anorexia e bulimia, com vítimas fatais, é um importante sinal -, o corpo gordo é ainda sinal de fracasso e motivo de repulsa.
Tudo o que os obesos desejam é respeito. Nenhum deles desconhece os perigos da doença chamada obesidade, assim como nenhum deles é obeso porque quer. As pessoas que discriminam os obesos deveriam se perguntar até quando pretendem sustentar essa ilusão de que um corpo esbelto é a chave da felicidade.

Um beijo a todos!
Este post faz parte da blogagem coletiva promovida pelo blog Esterança

19 comentários:

Du disse...

Zani, gostei da tua abordagem, ficou muito bom o post, parabéns!

Beijos, boa semana!

Mari Amorim disse...

Olá,
Parabéms!
adoreio o texto,vc foi brilhante!
agradeço sua visita e comentário,volte quando quiser.
beijos na alma,

Mari

Eurico disse...

Lembrei agora que um de meus filhos era bem gordinho e sofreu esse tipo de perseguição. Gostei de tua abordagem ao tema. Prazer em te conhecer.Voltarei outras vezes aqui.
Abraço fraterno.

ohomempássaro disse...

Muito bom! Toda segragação é burra! Abraço

Compondo o olhar ... disse...

lindo seu texto, parabens pela bela participação nesta gde idea, a blogagem coletiva.


abraços

Glayce Santos disse...

Nossa, difícil, né????? A educação alimentar começa em casa, mas ainda existem pais que acham q ser gordinho, seus filhos, é sinonimo de saudavel, então...
Belissimo texto!
Beijos

Christi... disse...

Muito bacana a abordagem do tema, importantíssima de ser tratada.

Bjs
Chris

Mírian Mondon disse...

Oi Zani, parabens pelo seu texto e pela escolha do tema.
Esse é um preconceito dos mais dificeis, porque as pessoas nem tem consciencia de que se trata de um preconceito.

Eu vivia dizendo para minha filha que não tinha preconceito contra nada, e ela me mostrou que tinha sim, que eu sempre falava que na maioria das vezes a gordura era resultado de preguiça e descaso.

Ela me confrontou com delicadeza, e fiquei surpresa de perceber que tratava-se sim de um preconceito. De um pre-julgamento.

parabens!! passe lá no blog para pegar seu cafezinho! Fiz com carinho para os participantes dessa blogagem!

bjs

Elcio Tuiribepi disse...

Que legal...mais um assunto diferente...mas ao mesmo tempo tão presente, o preconceito já começa desde pequeno, o que com certeza causa traumas irreversíveis...boa escolha...um abraço na alma

€ster disse...

Excelente postagem Zani!

Vc acrescentou bastante compartilhando conosco o seu conhecimento,
e este é um assunto delicado,

vc o fez com maestria!

Fico feliz com sua participação e contribuição nessa coletiva

muito obrigada de coração!!

bjs,

Zisco disse...

Gostei de ter lembrado destes aos quais tb já pertenci, é horrível ser preterido e discriminado por algo tão irrelevante no bom desempenho de qq função.
Eu já pesei 150 kg, e emagreci 67 kg(fiz cirurgía bariátrica) quase uma pessoa, vi muita hipocrisia por aí por conta de minha nova imagem.
Só sei que o tratamento e a prevenção da obesidade tem que se tornar mais acessível, não pela estética, mas sim pela melhoria da qualidade de vida que isso nos traz, vou acompanhar o teu blog, bjs!

Jacky - Simples assim!!! disse...

Retribuindo a visita. ótimo post. eu não sou gordinha, ma tenho amigosquesão eacham que praser feliztem queter o tipo fisico de barbie...
e não é bem por ai...
parabéns...

José Carlos Brandão disse...

Muito bom e interessante o tema. A exclusão cerca-nos por todos os lados.
Abraços.

Dani disse...

Oi Zani, muito boa a sua postagem. É duro demais ser gordo... E a obesidade marginaliza os gordos, como se fossem um nada... Mas vamos virar esse jogo! Beijinhos!

Hecton P.Domingos disse...

Só posso dizer que foi Brilhante seu texto.
Deu brilho a Blogagem coletiva.

Um Forte Abraço.

meus pensamentos disse...

bem lembrando !show de postagem!adorei!pega la o selo joia do blog ta!

Tentativas Poemáticas disse...

Querida amiga Zani
Foi com muita alegria que a recebi, assim como ao seu amável comentário, no meu humilde blogue.
Em Portugal também decorrem campanhas de sensibilização para este flagelo.
Vou passar a visitá-la, sim!
Beijinho com ternura.
António

Menino-Homem disse...

nossa! que texto magnífico!

Anônimo disse...

Thanks :)
--
http://www.miriadafilms.ru/ купить фильмы
для сайта piratacoracao.blogspot.com

  © Blogger templates Newspaper II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP